Traduções

O Portal Libertarianismo é um projeto focado em traduzir para a língua portuguesa textos, vídeos e livros que estão disponíveis somente na língua inglesa, para, assim, ampliar a divulgação do libertarianismo no Brasil e demais países de língua portuguesa.

Eu estou participando também dessas atividades, fazendo traduções de textos para publicação no Portal. As traduções que eu faço passam por revisão técnica de outra pessoa, também voluntária desse projeto. Dessa forma, aqui irei colocar os textos de cuja tradução eu tenha participado. Boa leitura!

A Alma do Liberalismo Clássico, em 07/02/2014

The Soul of Classical Liberalism

James Buchanan argumenta que a alma do liberalismo clássico precisa ser resgatada. Esta não é apenas ciência mais interesse próprio, mas sim uma visão de um ideal de uma ordem social baseada na liberdade de escolher e na troca voluntária.

Link: http://www.libertarianismo.org/index.php/artigos/alma-liberalismo-classico/

Link do original:http://www.independent.org/pdf/tir/tir_05_1_buchanan.pdf

Aumento oportunista de preços e os mais pobres, em 06/01/2014

Price Gouging and the Poor, em 09/10/2013

Matt Zwolinski aborda quatro motivos pelos quais, contra-intuitivamente, o aumento oportunista de preços pode ajudar as pessoas mais pobres, ou, pelo menos, não prejudicá-las.

Link da tradução:  http://www.libertarianismo.org/index.php/artigos/aumento-oportunista-precos-pobres/

Link do original: http://bleedingheartlibertarians.com/2013/10/price-gouging-and-the-poor/

Um dilema para as feministas libertárias, por Jéssica Flanigan

(A Feminist Libertarian Dilemma, em 05/03/2012)

Jéssica Flanigan mostra que, apesar do libertarianismo tolerar o sexismo individual das pessoas, no sentido de que não usará a força para que as pessoas abandonem essa postura, ainda assim o libertarianismo, considerado globalmente, é bom para as mulheres, inclusive sendo admissíveis algumas políticas públicas para empoderar as mulheres trabalhadoras.

Link do texto traduzido: http://www.libertarianismo.org/index.php/artigos/dilema-feministas-libertarias/

Link do original: http://bleedingheartlibertarians.com/2012/03/a-feminist-libertarian-dilemma/

A liberdade econômica é perigosa?, por Jéssica Flanigan

(Is Economic Liberty Harmful? Em 12/06/2012)

Tradução minha, revisão técnica por Matheus Paccini, publicado no Portal em 31/10/2013

Jéssica Flanigan mostra que mesmo onde a falta de liberdade no ambiente de trabalho é um problema, mais limites sobre a liberdade não são a solução, especialmente, não os limites sobre a liberdade dos mais vulneráveis e menos livres entre nós.

Link do texto traduzido: http://www.libertarianismo.org/index.php/academia/artigosnovo/1429-a-liberdade-economica-e-perigosa

Link do texto original: http://bleedingheartlibertarians.com/2012/06/is-economic-liberty-harmful/

Não odeie quem recebe o Bolsa Família, por Kevin Carson

(Don’t Hate on Welfare Recipients – The Real Parasites are Elsewhere. Em 07/08/2013)

Tradução minha, revisão técnica por Matheus Paccini, publicado no Portal em 04/09/2013

Kevin Carson mostra o absurdo de pensar que os mais pobres são os reais beneficiários do Estado intervencionista e assistencialista. Ao contrário, em sistemas como esse os pobres são mais espoliados em suas oportunidades e possibilidades do que recebem de volta em “programas de assistência”. Os reais beneficiários são os grupos de grande poder econômico bem conectados com o poder político. As regulações permitem que estes ganhem muito mais do que sua atividade produtiva por si só os faria ganhar. E, portanto, esses são os reais parasitas do trabalho produtivo da sociedade – não abaixo, mas acima, no que se diz respeito à classe social.

Link do texto traduzido: http://www.libertarianismo.org/index.php/academia/artigosnovo/1388-nao-odeie-quem-recebe-o-bolsa-familia

Link do texto original: http://c4ss.org/content/20650

Por que os intelectuais gostam do governo, por Julian Sanchez

(Why Do Intellectuals Favor Government Solutions? em 9/10/2012)

Tradução minha, revisão técnica por Matheus Paccini, publicado no Portal em 02/08/2013

Julian Sanchez defende que o fato da maior parte dos intelectuais ser contrária ao libertarianismo não necessariamente pesa contra essa corrente política. A explicação para esse fenômeno seria que pessoas que querem muito ajudar a sociedade e já pensam que é melhor fazê-lo por meio do Estado, tendem a escolher profissões onde poderão influir nos rumos da política e das ideias de modo que muitos se tornarão “intelectuais”, ou, em já sendo “intelectuais”, racionalizarão que sua profissão ajuda muito mais a sociedade porque permite influenciar a política governamental e as ideias

Link do texto traduzido: http://www.libertarianismo.org/index.php/academia/artigosnovo/1365-por-que-os-intelectuais-gostam-do-governo

Link do texto original: http://www.juliansanchez.com/2012/10/09/why-do-intellectuals-favor-government-solutions/

2 respostas em “Traduções

  1. Pingback: Aniversário de 1 ano do blog – uma breve retrospectiva | Tabula (não) Rasa & Libertarianismo Bleeding Heart

  2. Pingback: Aniversário de 1 ano do blog – uma breve retrospectiva | Tabula (não) Rasa & Libertarianismo Bleeding Heart

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s